Viagem
23 janeiro, 2015
Postado por:

Os melhores lugares para viajar com as crianças nas férias (e os piores também)

Viagem com criançasAs férias chegaram e com ela vem a dúvida de quem tem bebês ou crianças pequenas: viajar ou ficar quietinha em casa? Isso porque às vezes, viagens com crianças pequenas podem ser mais estressantes e cansativas do que ficar em casa com elas.

Para mim, viajar é uma necessidade e imagino que para muitos de vocês também seja. O problema é escolher um destino que encaixe nas necessidades da família nessa fase da vida, não é mesmo? Eu já vivi de tudo um pouco, das viagens mais memoráveis que se possa imaginar, até as mais completas furadas (daquelas viagens pra se esquecer, hahaha).

Por isso, hoje resolvi dividir com vocês as minhas impressões dos melhores destinos para se ir com a família (e os que devem ser evitados, pelo menos por enquanto!).

 

Onde ir:

Cruzeiros
Eu já sei o que vocês estão pensando: Navegar em alto mar com bebês e crianças pequenas? Mas é isso mesmo! O problema aqui é só saber escolher o cruzeiro certo. Nos navios as distâncias entre o quarto e os lugares como piscinas, restaurantes, etc, são mais curtas que nos grandes hotéis e resorts. Além do mais, cruzeiros possuem uma infraestrutura para atender as famílias, até mesmo as que tem bebês e crianças pequenas, inclusive médicos de plantão!. As famílias poderão desfrutar de atividades para todas as idades e alimentar as crianças não será um problema, já que nesses navios há uma grande variedade de restaurantes. Além disso, vocês poderão contratar os serviços de uma babysitter para poderem se divertir um pouco sem as crianças por perto. Eu ando estudando a possibilidade de viajarmos no Cruzeiro da Disney, que tem uma super infraestrutura para as crianças sem esquecer a diversão dos adultos. Já tive ótimas indicações de quem já viajou com eles.

 

Casa na praia
Se você mora a uma distância curta de carro do litoral esse é um destino perfeito! Será bem mais fácil se deslocar com as crianças numa curta viagem de carro do que passar horas de espera em um aeroporto lotado. Além disso, vocês economizaram uma boa grana comprando os mantimentos para se alimentarem em casa na maioria das vezes. Isso sem contar que vocês poderão reunir outros membros da família para passar esse tempo com vocês, como os avós, tios, priminhos ou amigos próximos.

 

Resorts
Aqui eu vou confessar uma coisa: já fui em muuuuuitos e, por melhor que sejam, devido ao tamanho, etc e tal, na maioria das vezes saio com a sensação de estar mais cansada do que quando cheguei… Outra coisa que devemos tomar cuidado aqui é com aqueles resorts “all-inclusive”!!! Salvas raríssimas exceções a comida fica a desejar e ao final da estadia já podemos nos servir com uma venda nos olhos, pois o cardápio não sofre grandes variações. Os melhores, é claro, são os mais caros e no Brasil, isso pode significar o valor de várias viagens para locais com Miami ou aquele cruzeiro da Disney que falei acima, por exemplo, com toda a família e uma babá para ajudar, portanto é um caso a se pensar…

As vantagens são as inúmeras atividades para as crianças pequenas e serviço de babysitting a disposição sempre que vocês quiserem um tempinho para um jantar a dois ou uma ida ao spa.

 

Casa dos avós
Tudo bem que a casa dos pais ou sogros não é bem a viagem dos sonhos, mas às vezes é a única alternativa no momento! Vocês poderão matar as saudades dos pais e as crianças poderão passar um tempo precioso com os avós (e isso significa uma ajuda extra para vocês com os pequenos). Além do mais, o destino significa uma bela economia, já que nesse período, os hotéis aumentam o valor das suas diárias consideravelmente. Aqui, tudo o que vocês terão que fazer é avisá-los com antecedência para que se preparem para a sua chegada!

 

Onde não ir:

Destinos exótico
Não quero dizer que esses destinos estarão fora do alcance da sua família para sempre. Mas somente por um tempo esqueçam lugares como África, Ásia, Oriente Médio ou qualquer outro lugar onde as crianças necessitem de imunização especifica (febre amarela ou malária, por exemplo).

 

Qualquer lugar acima 8 horas de viagem
Tanto de carro como de avião. A rotina delas será bastante alterada e elas vão se irritar. A viagem não será agradável e vocês chegarão ao destino final com o humor pior que o das crianças, podem ter certeza.

 

Acampamento
Insetos, animais peçonhentos e a Mãe Natureza não são uma boa companhia nessa fase da vida das crianças. Além do mais, vocês já terão trabalho suficiente com as crianças para ter que acrescentar a trabalheira toda que envolve um acampamento, não é mesmo? Pensem na logística da coisa: onde jogar as fraldas sujas, onde lavar e esterilizar as coisas do bebê, onde colocar aquele berço desmontável, como dar banho nas crianças, ete, etc, etc…

 

Casa de amigos nos quais não temos intimidade suficiente.
Mesmo que esses seus amigos morarem em frente a praia do Leblon, ou em Nova Iorque ou Paris. Esse não é o momento para visitá-los. Crianças pequenas choram, fazem barulho e muita bagunça! A não ser que vocês NÃO queiram estreitar os laços de amizade, adiem essa visita por uns tempos!

 

Agora é arrumar as malas e Boa Viagem!

 

 

 

Posts Relacionados

Os comentários estão fechados.

Faça um Comentario no Facebook deste assunto

TOPO